f Portal BSD: Satélite - TV Digital - IPTV - 3DTV - Star One C2 e C4 - 70.0 W - Tópico para comentários geral

SatClube Fórum Patrocinado Por

Você está no fórum Satélite
Apoie-nos!!!

Doe mais que seu tempo e ajude o PORTAL BSD a se manter em atividade. Aqui, compartilhamos o conhecimento, mas precisamos dividir, igualmente, os custos do site.

CLIQUE AQUI e saiba mais detalhes de como nos ajudar.


Responder tópico
Star One C2 e C4 - 70.0 W - Tópico para comentários geral
Pág. Anterior  1, 2, 3 ... 308, 309, 310 ... 318, 319, 320  Próximo

candelaria
Candelária - RS
br.gif
Mensagem: #6161
14/09/2019, 10:56

Embratel anuncia investimentos para acelerar a digitalização das antenas parabólicas
06/09/2019
Iniciativa resultará em melhor qualidade de transmissão para residências de todo o Brasil
A Embratel anuncia importante projeto visando ampliar a digitalização dos sinais enviados a mais de 20 milhões de parabólicas que atualmente recebem transmissão aberta de TV via satélite.

“A digitalização já é uma realidade para milhões de lares. O lançamento do nosso novo satélite Star One D2 trará ainda mais qualidade nas imagens transmitidas para residências brasileiras”, explica Gustavo Silbert, Diretor Executivo da Embratel.
Já existem cinquenta e nove sinais de TV digitais na posição orbital 70O W e mais de seis milhões de caixas receptoras digitais operando com o satélite Star One C2. O número dessas caixas continua a aumentar a cada dia.

O novo satélite Star One D2, em construção, ocupará a hot position em 70oW, substituindo o Star One C2. É a partir dessa posição orbital que atualmente são transmitidos os sinais das maiores emissoras de televisão do Brasil. O Star One D2 será equipado com Banda C de maior potência para oferecer o máximo de qualidade às parabólicas digitais. O satélite permitirá a transmissão de sinais usando os atuais padrões de transmissões analógicas e digitais, como também o novo padrão digital 16APSK/H.265/DVB – S2X. Esse novo padrão permitirá o aumento da oferta de canais recebidos pelas parabólicas apontadas para esta posição. O Star One D2 substituirá o Star One C2 já em 2020.

“O novo satélite da Embratel foi especialmente desenhado para levar mais potência e qualidade aos sinais de televisão transmitidos. Permitirá a aceleração do processo de digitalização dos sinais analógicos e maior oferta de canais de alta definição (HD) com custos mais baixos e antenas de recepção menores”, explica o executivo.

A digitalização das parabólicas está em processo acelerado e deverá conviver com a chegada da conectividade 5G pela faixa 3,5GHz, que deve ocorrer nos próximos anos. “Estamos confiantes que as parabólicas em Banda C e os futuros sinais 5G poderão coexistir de forma harmônica”, diz Silbert.
Entre as mudanças necessárias para mitigar eventuais interferências do 3,5GHz terrestre está a implementação de um novo amplificador digital LNBF nas parabólicas. “Acreditamos que esse será o caminho menos oneroso e mais veloz para permitir a convivência dos sinais do 5G e da Banda C, mas esse é um tema que ainda está em discussão por todos participantes dos segmentos impactados”, explica o executivo.
Sobre o satélite Star One D2

O satélite Star One D2 será o maior já fabricado pela Embratel. Terá Banda Ka para atender às demandas de backhaul de telefonia celular e será equipado com as bandas C e Ku, complementando as ofertas de capacidade para demandas de dados, vídeo e Internet de clientes corporativos, além de ampliar as redes de backhaul celular existentes em Banda Ku.

O Star One D2 terá uma potência estimada de 19,3 KW, e massa de lançamento estimada de 6,3 toneladas. Será construído para ter uma vida útil de mais de 18 anos. Terá 28 transponders (receptores e transmissores de sinais) em Banda C, 24 transponders em Banda Ku e 20 Gbps de capacidade em Banda Ka.

Complementará a cobertura de Banda Ka do satélite Star One D1, que se encontra na posição de 84ºW, ampliando as ofertas de Internet e Banda Larga, em praticamente todo o território nacional. Também viabilizará o aumento de serviços de dados corporativos para órgãos do Governo e empresas dos mais diversos setores.
O Star One D2 também garantirá a continuidade dos serviços em Banda C e Ku do Star One C2. Com a Banda Ku, o satélite irá permitir o fornecimento de capacidade para dados, vídeos e Internet para órgãos do Governo e grandes empresas que atuam nas Américas do Sul e Central, incluindo o México. Possibilitará a transmissão de sinais para as ofertas de TV por Assinatura. Já a Banda C garantirá a manutenção e crescimento das ofertas de sinais de TV Aberta.
https://www.embratel.com.br/imprensa/embratel-anuncia-investimentos-para-acelerar-a-digitalizacao-das-antenas-parabolicas

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


mantovani
borda da mata - mg
Mensagem: #6162
14/09/2019, 11:29

hum! a embratel correndo atrás. o problema é que depois de tanta propaganda , conforme outras vezes, parece que nada evolui como prometido. a banda c pelo jeito é essencial , principalmente para as próprias redes de tv. mas eu ainda acho , que a banda ku do ses10 , se tiver um básico legal , e devido a um preço mais baixo de antenas de tamanho mais discreto, tem mais chances com o público.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Odairpalmeiras2@gmail.com
Martinópolis - São Paulo
Mensagem: #6163
14/09/2019, 14:52

mantovani escreveu:
hum! a embratel correndo atrás. o problema é que depois de tanta propaganda , conforme outras vezes, parece que nada evolui como prometido. a banda c pelo jeito é essencial , principalmente para as próprias redes de tv. mas eu ainda acho , que a banda ku do ses10 , se tiver um básico legal , e devido a um preço mais baixo de antenas de tamanho mais discreto, tem mais chances com o público.



Deus me livre banda KU kkk ainda bem que a. Star one a banda vai continuar
Agora falando do ses 10 quem gosta. Da banda Ku ou mora em lugares apertados devem gosta , mas acredito que as Parabolicas banda C e a Preferencia na maioria

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


IgorSl
São Luís - Maranhão
br.gif
Mensagem: #6164
14/09/2019, 15:25

Essa eu quero conferir, será interessante ver o que farão e com será essa tal "digitalização das antenas parabólicas" e aceleração do mesmo, já que Star One tem compromisso nenhum com isso, ela é apenas uma operadora de serviços via satélite e empresa que oferece esse serviço, ela não é governo nem órgão regulamentador de nada pra obrigar emissoras a fazer migração, fazem quem quer, ela não vai estipular datas, prazos, incentivar, distribuir equipamentos pra população entre outros que são desse mecanismo de migração, ela não é responsável por isso, ela só pode oferecer novos serviços e mais modernos aos seus clientes atuais e novos apenas, esses encargos de migração seriam responsabilidade do Governo Federal, Min. da Comunicação e Anatel, por isso minha curiosidade o que ela fará e como será, isso não é processo de desligamento e transição do analógico pra digital terrestre, bem longe disso. Vai usar a Globo pra forçar e influenciar seus telespectadores a migrar de transmissão? isso quem ainda está exclusivamente no analógico e não tem equipamentos de recepção digital, isso que quero ver na prática porque falar projetos pé diferente de colocar na prática.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


IgorSl
São Luís - Maranhão
br.gif
Mensagem: #6165
14/09/2019, 15:28

Outra, aparentemente tiraram no texto outra descrição antes anunciada sobre o Star One D2, que afirmavam com a nova potência do satélite seria possível captar sinal Banda C "com antenas abaixo de 1 mt de diâmetro" li em outro texto e essa queria ver na prática, pra saber se essa promessa seria real ou só mais uma propaganda pra promover o satélite novo só pra dizer que ele será mais potente, acredito que será mais potente que o C2 claro mais moderno, acredito ser mais forte que o D1 ou seja mais potente da frota devido tecnologia é possível isso, mas essa de captação com antenas abaixo de 1 mts acho exagero de propaganda, captar em tom de igualdade com recepção banda Ku não acredito muito, só acredito que o D2 será mais potente que o C2 pra compensar as antenas pequenas ativas e que foram vendidas muito no mercado esses anos, um erro que se diga, o D2 poderia compensar, já que as indústrias pela potência do C2 começaram a diminuir e parar de fabricar antenas grandes ao público e investir em antenas pequenas abaixo de 2 mts pensando no analógico, não pensando no atual que seria com recepção digital e sinais novos exigindo mais da antena e as mesmas não comportariam, assim 1,50 com dificuldade de captar sinal DVB-S2 e HD, erro de engenharia porque pensaram na diminuição do tamanho apenas visando analógico, não recepção HD futura e migração posterior, por isso muitos abandonaram, não querem comprar antenas novos e foram pra DTHs por exemplo mais simples, largando analógico e Banda C por erro de planejamento a longo prazo da recepção banda C.



Agora o D2 pode ser que compense essa antenas instaladas de 1,50, 1,70 e 1,90 que são maioria pelo país e recepção DVB-S2 e muitos HDs tenham algum ganho próximo ao de antenas grandes, aumentando a potência e a estabilidade assim que o tamanho for aumentando na recepção, acredito que 60% das antenas ainda ativas pelo país no C2 sejam até 1,90, bem Star One pode está pensando nessa faixa, acredito e bom deixar banda C porque tem quem gosta dessa forma de transmissão e pensa em nenhuma possibilidade fazer migração, assim como as emissoras gostam também dessa forma de transmissão de dados e informação pra suas emissoras terrenas pelo país que é bem grande e melhor se adapta a essa situação.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


Walter Sandes
São Paulo - SP
Mensagem: #6166
14/09/2019, 16:40

candelaria escreveu:
“A digitalização já é uma realidade para milhões de lares. O lançamento do nosso novo satélite Star One D2 trará ainda mais qualidade nas imagens transmitidas para residências brasileiras”, explica Gustavo Silbert, Diretor Executivo da Embratel.


Parabéns ao colega candelaria, pela matéria. Chegou em boa hora para jogar um balde de água fria nas pretensões daqueles que dizem que os canais da Banda C no C2, vão migrar para a Banda Ku no SES10.

Se os usuários já tem antenas parabólicas Banda C, é só modernizar o satélite e oferecer mais recursos que as emissoras com certeza, irão começar a abandonar esse sistema arcaico chamado Analógico. A Globo já está dando os sinais pelo sistema de transmissão analógico dela. E a Globo deveria desligar o analógico imediatamente, assim que o D2 entrar em operação. Ainda dá tempo de muitos usuários comprarem seus receptores digitais SatHD.

Eu acredito na Embratel. Eu acredito na StarOne.

Eu não vou investir 1 centavo em Banda Ku. Continuo com a minha Banda C, enquanto ela existir. O sinal da Banda C aqui está pegando muito bem, obrigado.

E vamo que vamo de D2. Kkkkkkkkkkkkk!!!!

Abs,
Walter - Very Happy

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


HeitorPosada
Araruama - RJ
br.gif
Mensagem: #6167
14/09/2019, 21:03

Walter Sandes escreveu:
candelaria escreveu:
“A digitalização já é uma realidade para milhões de lares. O lançamento do nosso novo satélite Star One D2 trará ainda mais qualidade nas imagens transmitidas para residências brasileiras”, explica Gustavo Silbert, Diretor Executivo da Embratel.


Parabéns ao colega candelaria, pela matéria. Chegou em boa hora para jogar um balde de água fria nas pretensões daqueles que dizem que os canais da Banda C no C2, vão migrar para a Banda Ku no SES10.

Se os usuários já tem antenas parabólicas Banda C, é só modernizar o satélite e oferecer mais recursos que as emissoras com certeza, irão começar a abandonar esse sistema arcaico chamado Analógico. A Globo já está dando os sinais pelo sistema de transmissão analógico dela. E a Globo deveria desligar o analógico imediatamente, assim que o D2 entrar em operação. Ainda dá tempo de muitos usuários comprarem seus receptores digitais SatHD.

Eu acredito na Embratel. Eu acredito na StarOne.

Eu não vou investir 1 centavo em Banda Ku. Continuo com a minha Banda C, enquanto ela existir. O sinal da Banda C aqui está pegando muito bem, obrigado.

E vamo que vamo de D2. Kkkkkkkkkkkkk!!!!

Abs,
Walter - Very Happy

Parece piada certas conclusões. Embratel e Star One defendendo seu lado e o indenfensavel. Eu moro no Interior. Ninguem coloca mais antenas para banda C em nenhum município aqui da Região dos Lagos RJ. As antigas que existem estão se deteriorando nos telhados, boa parte abandonadas.A maior parte das lojas já não vende mais essas antenas. O pessoal opta pela Tv digital terrestre, Internet e em ultimo caso pelas DTH pagas. Star One não tem oferta de canais Ku individuais; então insiste em achar que banda C serve para DTH. Como a SES está abrindo, então a Star One teme debandada. E como no resto do Mundo, onde Tv DTH é praticamente toda em Ku. Nos EUA e Europa ninguem usa em casa antenas para banda C , salvo aficcionados como nós. Não a toa a propria Globo esta testando canais no sistema Sat HD Regional no SES10. Globo nunca teve canal regular em Ku, no Brasil.Alias, ajudei um amigo aqui perto, aficcionado com varios satélites, a retirar sua antena justo da banda C do C2. Aproveitamos o cabo desta e o receptor, para colocar uma antena de 60
cm no Ku Telstar 12, pois ele queria
a Press Tv do Irã. Quer dizer, ate aficcionados estão abandonando o C2 C.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


Walter Sandes
São Paulo - SP
Mensagem: #6168
14/09/2019, 21:16

Pois eu estou pagando pra ver essa "mudança" dos canais da Banda C, para a Banda Ku no SES10.

A Globo pode fazer testes em qualquer satélite, mas isso não significa que as outras vão seguir o mesmo caminho.

Primeiro, vamos aguardar o lançamento do novo satélite da StarOne D2.
Segundo, vamos aguardar o fim dos canais analógicos, começando pela própria Globo.
Terceiro, vamos ver quais emissoras de TV ficam e quais as que saem da Banda C, do novo satélite.

Se ao invés de sairem, começar a aumentar a oferta de canais Digitais no D2, isto mostra que a StarOne estava certa. A Banda C vai continuar sendo a Banda C e portanto não há o que discutir. Contra fatos não há argumentos.

Abs,
Walter - Very Happy

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


HeitorPosada
Araruama - RJ
br.gif
Mensagem: #6169
14/09/2019, 21:36

Os preços da Star One devem ser elevados. Tanto que algumas Tvs brasileiras a abandonaram e alugaram em satélites estrangeiros. Outras Tvs sempre estiveram em estrangeiros, como a Ponta Negra - SBT RN, antes no Intelsat 9 e agora 21 e banda Ku. Varias Tvs brasileiras há muito estão em satélites estrangeiros, até a Meio Norte do Piauí, antes no Intelsat 805 e agora 34, ainda que banda C. A Associação dos Advogados de São Paulo mudou do Eutelsat 12 Ku e foi para o Eutelsat 65 Ku. Outras beasileiras estão no Intelsat 14 e algumas mudaram para o ABS3 - entre outras. Fora brasileiras que foram para a Banda Planejada C, do Eutelsat 65.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


J. Roger
Varginha - MG
br.gif
Mensagem: #6170
14/09/2019, 21:54
Colaborador Canais

Walter Sandes escreveu:
...Se os usuários já tem antenas parabólicas Banda C, é só modernizar o satélite e oferecer mais recursos que as emissoras com certeza, irão começar a abandonar esse sistema arcaico chamado Analógico. A Globo já está dando os sinais pelo sistema de transmissão analógico dela. E a Globo deveria desligar o analógico imediatamente, assim que o D2 entrar em operação. Ainda dá tempo de muitos usuários comprarem seus receptores digitais SatHD.

Eu acredito na Embratel. Eu acredito na StarOne.

Eu não vou investir 1 centavo em Banda Ku. Continuo com a minha Banda C, enquanto ela existir. O sinal da Banda C aqui está pegando muito bem, obrigado.

E vamo que vamo de D2. Kkkkkkkkkkkkk!!!!

Abs,
Walter - Very Happy


Parece que a polarização das opiniões políticas dos últimos meses se expandiu para outras áreas,e chegou aqui no fórum kkkkkkk.
Qual o problema em se iniciar experiências em TV aberta na banda ku? Uns desejam isto, e outros temem que isto aconteça!? Porquê???

Mas na prática será só uma mistura da duas coisas, e não uma mudança total. A banda C doméstica não vai acabar para dar lugar à banda ku de TV aberta! O Analógico sim é que vai acabar, e apenas isto é certo, mas a banda C não, porém, a digitalização virá para todos, e nesta transição(do Analógico para o Digital) muitos ficarão felizes em ter a opção de escolher entre banda C (antenas grandes com estabilidade em condições climáticas adversas) ou Ku com antenas pequenas, fáceis de instalar em todo lugar e baixo custo.

Quem diz que "não vai investir em banda ku" para ter acesso à TV aberta se esquece que não precisa "investir" para ter acesso ao novo sistema (se realmente se tornar realidade) pois o baixo custo da antena ku é justamente o principal argumento para todos aderirem a esta modalidade de TV aberta que se cogita criar.
O mesmo receptor que recebe digital em banda C também recebe digital em Ku, pois a frequência de sintonia de ambos é a mesma:950MHz a 2150MHz, e isto não muda, então não precisa nem trocar de receptor para mudar de banda C para Ku!!! Só precisa "investir" e trocar de receptor quem só tem analógico e vai migrar para digital!
Quanto ao SatHD, talvez se acrescente alguma alteração no software dos receptores(mas é algo que só interessa aos técnicos), mas com certeza, os receptores que já funcionam neste sistema em banda C poderão funcionar em banda Ku também, bastando algumas pequenas modificações no software, porque, como citei antes, a faixa de sintonia do receptor é a mesma (0,95 a 2,15GHz) tanto em banda C quanto banda Ku.

Então, à priori, todos que, ainda hoje, só usam analógicos, precisarão trocar de receptor para mudar para digital, mas quem já tem digital na banda C NÃO vai precisar trocar de receptor para usar a banda Ku!!!
E ainda poderá usar os dois sistemas, pois só o que precisa mudar(ou acrescentar) é a antena, e o custo é muito mais baixo, e para quem não consegue instalar sua própria antena ku peça ajuda aos instaladores, que com certeza vão gostar da novidade e agradecer que vai gerar algum trabalho (bem vindo) prá eles!

E quem for se iniciar na TV Aberta digital poderá optar entre banda C ou Ku conforme disponibilidade de espaço para instalação da antena, custo, preferência de alguns canais que só estejam C ou Ku, etc, etc...

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


mjorge
Palmeira dos Índios - Alagoas
br.gif
Mensagem: #6171
14/09/2019, 22:35

Com a implantação das redes de telefonia 5G, muito provavelmente as frequências abaixo dos 3700 MHz deixarão de ser usadas para TV aberta, justamente por causa das possíveis interferências. Dessa forma, os canais nessas frequências poderiam migrar para Ku.

No próximos meses, acredito que haverá mais novidades no SES 10, mas a posição 70º W continuará forte para TV FTA aqui no Brasil por muitos anos. O que serão desativados são os canais analógicos (minha aposta: até 2023, ou quando a Globo resolver desligar seu sinal analógico no C2) e, possivelmente, as frequências abaixo dos 3700 MHz.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


paulopl
mauriti - ce
br.gif
Mensagem: #6172
14/09/2019, 22:41

A fertel mudou id, agora e TV educativa hd.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


HeitorPosada
Araruama - RJ
br.gif
Mensagem: #6173
15/09/2019, 07:32

O Sat HD Regional ja funciona em Ku - não precisa alterar o software dos receptores. É o que ocorre com a Globo no SES 10 e tambem uma curiosidade, pois é a primeira vez que acontece e justo com a Globo- operar em Ku e no Sat HD Regional. Com a disputa com a Internet, interessa as Tvs tradicionais terem mais meios de atingirem o publico, ainda mais aquelas que não liberam sibal ao vivo naquele meio - das grandes, só a Rede Tv ! o faz (WEB Tv ao vivo ).

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário MSN Messenger


Walter Sandes
São Paulo - SP
Mensagem: #6174
15/09/2019, 10:26

HeitorPosada escreveu:
Os preços da Star One devem ser elevados. Tanto que algumas Tvs brasileiras a abandonaram e alugaram em satélites estrangeiros. Outras Tvs sempre estiveram em estrangeiros, como a Ponta Negra - SBT RN, antes no Intelsat 9 e agora 21 e banda Ku. Varias Tvs brasileiras há muito estão em satélites estrangeiros, até a Meio Norte do Piauí, antes no Intelsat 805 e agora 34, ainda que banda C. A Associação dos Advogados de São Paulo mudou do Eutelsat 12 Ku e foi para o Eutelsat 65 Ku. Outras beasileiras estão no Intelsat 14 e algumas mudaram para o ABS3 - entre outras. Fora brasileiras que foram para a Banda Planejada C, do Eutelsat 65.


É, os defensores da Banda Ku não desistem mesmo.
E quantos brasileiros assistem estes canais em Banda Ku??? Uns 0,5% ou menos????

Abs,
Walter - Very Happy

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Walter Sandes
São Paulo - SP
Mensagem: #6175
15/09/2019, 10:30

mjorge escreveu:
Com a implantação das redes de telefonia 5G, muito provavelmente as frequências abaixo dos 3700 MHz deixarão de ser usadas para TV aberta, justamente por causa das possíveis interferências. Dessa forma, os canais nessas frequências poderiam migrar para Ku.


Ou migrarem para frequências acima dos 3700 MHz, na própria Banda C. Qual o problema???? Kkkkkkkkkkkkk!!!!

Abs,
Walter - Very Happy

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Walter Sandes
São Paulo - SP
Mensagem: #6176
15/09/2019, 10:38

J. Roger escreveu:
Então, à priori, todos que, ainda hoje, só usam analógicos, precisarão trocar de receptor para mudar para digital, mas quem já tem digital na banda C NÃO vai precisar trocar de receptor para usar a banda Ku!!!
E ainda poderá usar os dois sistemas, pois só o que precisa mudar(ou acrescentar) é a antena, e o custo é muito mais baixo, e para quem não consegue instalar sua própria antena ku peça ajuda aos instaladores, que com certeza vão gostar da novidade e agradecer que vai gerar algum trabalho (bem vindo) prá eles!...


Tente convencer os milhões de brasileiros que possuem antena parabólica, a aderir a sua ideia.
Eu já tenho o digital Terrestre, portanto não vou investir em antena Banda KU.

Como eu disse: enquanto a Banda C existir, eu estou dentro. Banda KU aqui não tem vez. Kkkkkkkkkkkkk!!!!

Abs,
Walter- Very Happy

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Odairpalmeiras2@gmail.com
Martinópolis - São Paulo
Mensagem: #6177
15/09/2019, 10:44

Walter Sandes escreveu:
HeitorPosada escreveu:
Os preços da Star One devem ser elevados. Tanto que algumas Tvs brasileiras a abandonaram e alugaram em satélites estrangeiros. Outras Tvs sempre estiveram em estrangeiros, como a Ponta Negra - SBT RN, antes no Intelsat 9 e agora 21 e banda Ku. Varias Tvs brasileiras há muito estão em satélites estrangeiros, até a Meio Norte do Piauí, antes no Intelsat 805 e agora 34, ainda que banda C. A Associação dos Advogados de São Paulo mudou do Eutelsat 12 Ku e foi para o Eutelsat 65 Ku. Outras beasileiras estão no Intelsat 14 e algumas mudaram para o ABS3 - entre outras. Fora brasileiras que foram para a Banda Planejada C, do Eutelsat 65.


É, os defensores da Banda Ku não desistem mesmo.
E quantos brasileiros assistem estes canais em Banda Ku??? Uns 0,5% ou menos????

Abs,
Walter - Very Happy


Eles não desistem mesmo kkk vão quebra a cara kkk Star one não vai deixar kkk e tanto que o novo Satelite D2 vem mais forte pra isso não acontecer kk , ainda bem ne Banda Ku deus me livre , pra que gosta de Ku conprem uma antena so pra eles e apontem pro ses 10 sei la deixa nossa banda C paz

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


wdsrodrigues
Petrolina de Goiás - GO
br.gif
Mensagem: #6178
15/09/2019, 10:50

maxturazzi escreveu:
Alguem tem alguma informacao sobre a TBC se saiu do satelite agora vou passar a assitir a Cultura pela TVE fertel ou pela parana educativa outra possibilidade que estou estudando e mudar a banda ku que esta no hispasat para o SES10 onde a Cultura esta aberta.

A TVE tem imagem muito melhor que a TBC.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


lucaschinamail
Arambaré - RS
Mensagem: #6179
15/09/2019, 12:27

J. Roger escreveu:
Walter Sandes escreveu:
HeitorPosada escreveu:
[Amigo, ja visitastes www.lyngsat.com ? Nada a haver FTA com banda C ou Ku. Para a Europa, EUA e Asia, são dezenas de satélites e centenas de canais, FTA, em Ku. Nesses continentes vai ser dificil voce ver uma casa com antena banda C. Ninguem vai colocar antenas grandes nos telhados. Na Europa, só a Al Jazeera coloca quatro canais Ku FTA num satélite.No Brasil só pegou a banda C por causa da interceptação do publico nas primeiras transmissões satelitais.


Muito bem colega, muito bem.
Agora, me responde algumas perguntas, se você puder:

Vamos supor que todos os canais do C2, migrem para o SES10 Ku. Acabe de vez a Banda C no C2. Neste caso, acabaria a Banda C somente no C2??? E o C1 é o C3???

Os defensores aqui do fim da Banda C, não estão afirmando isso por causa da entrada do 5G???

Qual é a posição da StarOne sobre a perda de todos os canais da Banda C, e do faturamento que ela irá perder em milhões $$$$$$$$????

Eu fiquei pensando com a cabeça, e me veio a seguinte dúvida duvidosa: A Banda C acabaria no C2 ou no C1 e C3 também??? Só o C2 tem Banda C???? O próximo satélite a ser lançado D2, terá muitos transponders em Banda C.

Além disso, quais outros satélites transmitem em Banda C, que seriam afetados com esta tal "mudança" propondo o fim da Banda C, por causa do 5G????

Vocês acham mesmo que a StarOne vai ser à favor do fim da Banda C, perdendo milhões de Reais por mês de faturamento, por conta da migração de todos os canais para a Banda KU, no SES10???? Simples assim????

Acham mesmo que a solução é simples????

Abs,
Walter - Very Happy


Acho que todos estão se esquecendo de um detalhe importante: a banda C NUNCA teve como objetivo a recepção doméstica, sempre foi usada com foco no uso profissional.
E, realmente, ela NÃO vai acabar.
No Brasil a recepção doméstica na banda C se popularizou porque os sinais analógicos raramente eram codificados e nunca houve legislação que impedisse a recepção a nível doméstico dos sinais FTA, e num país de dimensões continentais, era a única opção em locais remotos, então todos os setores "toleravam" o seu uso doméstico, mas isto nunca foi um objetivo direto.

O que pode acontecer agora com a chegada do 5G???

Tudo indica que muitos sinais terão de mudar para uma faixa mais estreita da banda C(talvez acima de 4GHz onde a interferência talvez não aconteça) diminuindo os espaços e acirrando a disputa por parte dos serviços que ainda permanecerão na banda C, e neste contexto, os sinais hoje usados na recepção doméstica sofrerão muitas mudanças que a grande maioria da população usuária terá dificuldades para acompanhar as mudanças e se adptarem. Para os serviçoes profissionais (geradoras de uplink, repetidoras e afiliadas) isto pode ser contornado, com soluções técnicas ao alcance dos profissionais, porém, a nível doméstico isto pode ficar muito complicado. Então há quem defenda que migrar os sinais abertos para banda ku seja uma solução muito mais simples, barata e fácil de ser implantada a nível doméstico, e eu particularmente concordo plenamente e imagino que seja viável sim, e até provável que isto aconteça. E se acontecer, durante algum tempo os dois sistemas coexistirão simultaneamente (canais livres em banda C e Ku) para quem puder manter os dois serviços, até que todos os analógicos sejam desligados, e o mercado perceba com que velocidade a mudança total poderá acontecer, se acontecer.
No mundo inteiro se usa banda ku para canais livres (além das DTHs) para recepção doméstica, então porque somente o Brasil seria diferente???

Mas a nível profissional ainda haverá uso intenso da banda C com certeza, porque estes terão soluções técnicas para se adptarem e continuarem usando a banda C.

Essa é minha visão da atual situação, e vamos aguardar as novidades prá ver onde tudo isto vai levar...


Inclusive a mudança da frequência do SBT Analógico de 3734V pra 4170V é exatemente por esse motivo, o SBT já se antecipando e será a primeira de muitas emissoras analógicas e digitais a se deslocarem pra frequências mais altas, visando fugir da interferência 5G, que apesar da TIM ter dito que não afetará quase nada, as frequências mais baixas, principalmente de 3600 à 3800 MHz, terão problemas devido à sinais espúrios e harmônicos.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


wdsrodrigues
Petrolina de Goiás - GO
br.gif
Mensagem: #6180
15/09/2019, 12:54

lucaschinamail escreveu:

Inclusive a mudança da frequência do SBT Analógico de 3734V pra 4170V é exatemente por esse motivo, o SBT já se antecipando e será a primeira de muitas emissoras analógicas e digitais a se deslocarem pra frequências mais altas, visando fugir da interferência 5G, que apesar da TIM ter dito que não afetará quase nada, as frequências mais baixas, principalmente de 3600 à 3800 MHz, terão problemas devido à sinais espúrios e harmônicos.

A mudança do SBT para 4170 V não tem nada a ver com 5G. Conforme já publicado em outro tópico, é para redução de banda (de 25 MHz para 18 MHz), e os outros 7 MHz que sobram serão usados para o futuro sinal HD para o público, ainda sem data para ser ativado.

Enviar mensagem privada Responder com citação Exibir o perfil do usuário


Página 309 de 320 Pág. Anterior  1, 2, 3 ... 308, 309, 310 ... 318, 319, 320  Próximo
As mensagens publicadas são de responsabilidade de seus autores

Publicidade

  • E-Shop Satélite Crispim
  • VCFAZ
Desenvolvido por Danilo Rodrigues


BSD SHOP - Radio BSD - BSD TV
Contato - Atualizar Satélite - Atualizar Canais Terrestre
Fone: (11) 4526-6791 | E-mail: contato@portalbsd.com.br